domingo, 27 de setembro de 2009

Drogas Licitas e Ilicitas

DROGAS LICITAS E ILICITAS



Drogas Licitas
Quais são?

As drogas lícitas são substâncias que podem ser produzidas, comercializadas e consumidas sem algum problema. Apesar de trazerem prejuízos aos órgãos do corpo são liberadas por lei e aceitas pela sociedade. São consideradas drogas lícitas qualquer substância que contenha álcool, nicotina, cafeína, medicamentos sem prescrição médica, anorexígenos, anabolizantes e outros.
As drogas lícitas mais consumidas pela população em geral, são as seguintes (tipos de drogas lícitas):

- álcool,

- cigarro,

- benzodiazepínicos (remédios utilizados para reduzir a ansiedade ou induzir o sono);

- xaropes (remédios para controlar a tosse e que podem ter substâncias como a codeína, um derivado do opióide);

- descongestionantes nasais,

- os anorexígenos (moderadores de apetite) e

- anabolizantes (hormônios usados para aumentar a massa muscular).

Álcool – Apesar de o álcool possuir grande aceitação social e seu consumo ser estimulado pela sociedade, este é uma droga psicotrópica que atua no sistema nervoso central, podendo causar dependência e mudança no comportamento. Quando consumido em excesso, o álcool é visto como um problema de saúde, pois este excesso está inteiramente ligado a acidentes de trânsito, violência e alcoolismo (quadro de dependência).
Os efeitos do álcool são percebidos em dois períodos, um que estimula e outro que deprime. No primeiro período pode ocorrer euforia e desinibição. Já no segundo momento ocorre descontrole, falta de coordenação motora e sono. Os efeitos agudos do consumo do álcool são sentidos em órgãos como o fígado, coração, vasos e estômago.
Em caos de suspensão do consumo pode ocorrer também a síndrome da abstinência, caracterizada por confusão mental, visões, ansiedade, tremores e convulsões.


Cigarro – Uma das mais de 4500 substâncias que um único cigarro contém – a nicotina – interage com receptores neurais, que liberam substâncias como a dopamina, acetilcolina, serotonina e betaendorfina, conferindo uma sensação de prazer imediata.
Mais viciante que drogas como o álcool, cocaína, crack e morfina; a nicotina atinge o cérebro em até vinte segundos: tempo bem mais rápido que o principio ativo de qualquer outra destas drogas. Assim, a probabilidade de um individuo se tornar dependente da nicotina é muito alta, com crise de abstinência bastante incômoda, que geralmente se inicia minutos depois do último trago, sendo as grandes responsáveis pela dificuldade de um fumante em interromper o uso do cigarro.
Gás carbônico, monóxido de carbono, amônia, benzeno, tolueno, alcatrão, ácido fórmico, ácido acético, chumbo, cádmio, zinco, níquel dentre outras muitas substâncias são encontradas no cigarro. Estas são responsáveis pelo aumento dos riscos que estes indivíduos têm de desenvolver problemas de saúde como cânceres, doenças coronarianas, má circulação sanguínea, enfisema pulmonar, bronquite crônica, derrames cerebrais, úlceras, osteoporose, impotência, catarata. O cigarro é considerado um dos maiores problemas de saúde pública (e ambiental) que nossa sociedade enfrenta na atualidade.



Benzodiazepinas - Pertencente ao grupo de fármacos ansiolíticos, esta droga é usada no tratamento sintomático da ansiedade e insônia. A benzodiazepina vem em forma de comprimido e seu uso causa dependência psicológica e física, dependente da dosagem e duração do tratamento. A dependência física estabelece-se após 6 semanas de uso, mesmo que moderado. Os problemas de dependência e abstinência são comparáveis aos de outras substâncias que causam depêndencia, tendo-se transformado, nos países aonde há um uso mais generalizado, num problema de saúde pública, que só agora começa a ser reconhecido na sua verdadeira escala.



Onde encontramos as drogas lícitas?

Numa pesquisa realizada pela Organização Mundial de Saúde notou-se quão grande é o mercado das drogas permitidas, pois essas promovem maior necessidade ao usuário e maior custo, já que são encontradas em todos os bairros espalhados pelas cidades.

Qual a influência dela no nosso organismo e em nossas vidas?

Para ter conhecimento acerca das conseqüências promovidas pelas drogas lícitas pode-se iniciar relatando que, ao depositar qualquer substância no organismo cria-se nesse, necessidades falsas, alterando todo o funcionamento físico e psíquico. Podemos citar: ataque cardíaco, doenças respiratórias, enfisema, câncer, impotência sexual, alterações na memória, perda do autocontrole, gota, rompimento das veias, danos no fígado, rins e estômago, cirrose hepática, úlceras, gastrites, irritabilidade, dor de cabeça, insônia, ansiedade, agitação e outros. As drogas permitidas por lei são as mais consumidas e as que mais resultam em fatalidades diárias, já que através das alterações realizadas no organismo um indivíduo perde o controle e acaba por fazer coisas que no normal não seriam feitas. Além disso, o organismo tende a ficar mais preguiçoso já que as drogas lícitas relaxam o organismo de forma exagerada.

Drogas Ilicitas

Quais são?

As drogas ilícitas são substâncias proibidas de serem produzidas, comercializadas e consumidas. Em alguns países, determinadas drogas são permitidas sendo que seu uso é considerado normal e integrante da cultura.
São drogas ilícitas: maconha, cocaína, crack, ecstasy, LSD, inalantes, heroína, barbitúricos, morfina, skank, chá de cogumelo, anfetaminas, clorofórmio, ópio e outras.

Cocaína - A cocaína é uma droga é uma droga psicoativa que estimula e vicia, promovendo alterações cerebrais bastante significativas. A mesma é extraída da folha seca da coca, e se consumida por muito tempo, ocasiona danos cerebrais e diversos problemas de saúde.
Devido aos efeitos de euforia e prazer que a cocaína proporciona, as pessoas são seduzidas a utilizá-la para vivenciar sensações de poder, entretanto tais efeitos têm pouca duração. Logo o individuo entra em contato com a realidade, aspecto que desperta uma grande ansiedade em poder utilizá-la novamente.
Aceleração ou diminuição do ritmo cardíaco, dilatação da pupila, elevação ou diminuição da pressão sanguínea, calafrios, náuseas, vômitos, perda de peso e apetite são alguns dos efeitos biológicos da cocaína.


Ecstasy - O MDMA é uma droga sintética e psicoativa com propriedades estimulantes e alucinógenas. Popularmente é também conhecida como ecstasy e droga do amor. Primariamente usada em boates e raves, está sendo cada vez mais usada em vários outros círculos sociais.
O MDMA é usualmente ingerido na forma de pílula, mas alguns usuários fazem uso por inalação, injeção, ou supositório.
O ecstasy é neurotóxico. Além disso, em altas doses pode causar aumento agudo da temperatura corporal (hipertermia maligna), o que pode levar a lesão muscular e insuficiência dos rins e sistema cardiovascular. Foi demonstrado que o MDMA causa lesão cerebral, afetando os neurônios.
Entre os distúrbios psicológicos podemos citar a confusão, depressão, distúrbios do sono, ansiedade grave e paranóia. E os problemas físicos podem incluir a tensão muscular, náuseas, visão borrada, desmaio, calafrio ou sudorese. O uso dessa droga também tem sido associada com um aumento na freqüência cardíaca e pressão arterial, o que é especialmente perigoso para pessoas com doença circulatória ou cardíaca.


Heroína - Heroína é uma droga que leva a dependência facilmente. É uma droga processada da morfina e apresenta-se usualmente como um pó branco ou marrom.
O abuso da heroína está associado com graves problemas físicos, incluindo overdose fatal, aborto espontâneo, colapso venoso e doenças infecciosas, incluindo HIV/AIDS e hepatite. Complicações pulmonares, incluindo vários tipos de pneumonia, podem resultar da condição de saúde precária do usuário, assim como do efeito depressor da heroína na respiração.
Além dos próprios efeitos da heroína, a droga pode conter aditivos que não se dissolvem bem e resulta em obstrução dos vasos sanguíneos dos pulmões, fígado, rins ou cérebro. Isso causa infecção ou mesmo a morte de parte desses órgãos vitais.


Inalantes - Os inalantes são substâncias químicas voláteis que produzem efeitos psicoativos. Uma variedade de produtos usados no ambiente doméstico e no trabalho contém substâncias que podem ser inaladas. Muitas pessoas não vêem produtos como tintas spray, colas, e fluidos de limpeza como drogas porque nunca tiveram a intenção de usá-los para obter um efeito intoxicante, entretanto crianças e adolescentes tem acesso fácil a esses produtos e estão entre o grupo de maior risco de abuso dessas substâncias extremamente tóxicas.
Dentre as substâncias inalantes encontram-se os solventes (thinner, removedores, fluidos de limpeza, gasolina, cola) e gases (butano, propano, aerossóis, gases anestésicos, etc).
Quase todos os inalantes produzem efeitos similares aos anestésicos, que agem diminuindo as funções do organismo. A intoxicação usualmente dura apenas alguns minutos. Entretanto, alguns usuários apresentam o seu efeito por muitas horas pela inalação repetida. Inicialmente, os usuários podem sentir um efeito estimulador e inalações sucessivas podem os tornar menos inibidos e com menos controle. Se usado continuadamente, pode provocar a perda de consciência.
Estes produtos podem induzir diretamente a parada cardíaca e morte dentro de poucos minutos de uma única sessão de uso prolongado. Altas concentrações de inalantes podem também causar morte por sufocação por deslocar o oxigênio dos pulmões. Deve-se estar atento mesmo para o uso de aerossóis e produtos voláteis para seus fins legítimos (como pintura, limpeza, etc), que deve ser feito em ambientes bem ventilados, para evitar seus efeitos prejudiciais.
O abuso crônico de solventes pode causar danos graves ao cérebro, fígado e rins.

Maconha - O principal composto químico ativo da maconha é o THC (delta-9-tetrahidrocanabiol) e é o responsável pelos efeitos da maconha no sistema nervoso. Quando o indivíduo fuma a maconha, o THC rapidamente passa dos pulmões para o sangue, que o carrega para todo o organismo, incluindo o cérebro.
Ao contrário do que alguns pensam, a maconha pode trazer grandes problemas para a vida e saúde do indivíduo. Os efeitos a curto prazo do uso da maconha incluem problemas com memória e aprendizado; percepção distorcida; dificuldade em pensar e resolver problemas; perda da coordenação; e aumento da freqüência cardíaca. Pesquisas têm demonstrado que o uso da maconha a longo prazo causa algumas mudanças no cérebro semelhantes aos vistos no abuso de outras drogas consideradas mais "pesadas".
Alguns efeitos adversos na saúde causados pela maconha podem ocorrer devido o THC prejudicar a habilidade do sistema imune de lutar contra infecções e câncer. Depressão, ansiedade, e distúrbios da personalidade também estão associados com o uso da maconha. Devido ao efeito prejudicial na habilidade de aprendizado e memória, quanto mais a pessoa abusa da maconha, mais propensa ela será de ter um declínio de suas atividades intelectuais, de trabalho e sociais.
O abuso prolongado da maconha pode levar a dependência em algumas pessoas, fazendo com que a pessoa use compulsivamente a droga mesmo com seus efeitos danosos na família, trabalho, escola, e atividades recreacionais.


Onde encontramos as drogas ilícitas?

Por serem proibidas, as drogas ilícitas entram no país de forma ilegal através do tráfico que promove a comercialização negra, ou seja, a comercialização feita sem a autorização das autoridades.

Qual a influência dela no nosso organismo e em nossas vidas?

Tais substâncias podem ser estimulantes, depressivas ou perturbadoras do sistema nervoso central, o que perceptivelmente altera em grande escala o organismo.
Dentre as conseqüências que as drogas ilícitas trazem pode-se dar ênfase à violência gerada por elas em todas as fases de produção até o consumidor final. As demais conseqüências são: arritmia cardíaca, trombose, AVC, necrose cerebral, insuficiência renal e cardíaca, depressão, disforia, alterações nas funções motoras, perda de memória, disfunções no sistema reprodutor e respiratório, câncer, espinhas, convulsões, desidratação, náuseas e exaustão.

É importante esclarecer que a dependência das drogas é tratável, ou seja, através do auxílio médico e familiar uma pessoa pode deixar o vício e voltar a ter uma vida normal sem que necessite depositar substâncias que criam falsas necessidades no organismo e impedindo que o rendimento do organismo seja comprometido.

34 comentários:

Anônimo disse...

muito bom ajudou bastante na minha pesquiza!valew

Allan Théo disse...

Ótimo !!!! Ajudou no meu trabalho !

Allan - Porto Alegre RS

Anônimo disse...

Adorei o seu post falando sobre drogas lícitas e ilícitas. Me ajudou muito em um trabalho meu! Thanks' =)

Anônimo disse...

muito bom!!!!!!!!!
adorei o post me ajudou muito no trabalho escolar...........
Valeu

Anônimo disse...

Adorei seu post!!!! estou encontrando nele tudo que eu preciso para realizar meu trabalho de conclusao de curso sobre as drogas lícitas e ílicitas.
Brigadao mesmo!!!!!!!!

Veronica Macedo- Ijui RS

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Fernanda Karla disse...

Eiim valeu mt!! Obg por me ajuda na pesquisa!!!
Fernanda Karla

Anônimo disse...

Wkerlyson
valeu juliana vc ajudou bastante na minha pesquisa. obrigadão.

Anônimo disse...

Wkerlyson
vi suas pinturas nas pedras, é bem legal,mas falta uma do corinthians!!!

Anônimo disse...

amei me deu uma força no meu trabalho muito bom mesmo!!!!!

Ju disse...

Fico feliz por estar ajudando vocês.

Anônimo disse...

Nossa muito obrigada, meu ajudou muito no meu trabalho, vlw.

Gabriela da Silva - Curitiba - PR.

Anônimo disse...

mim salvou!!!muito bom mesmo........bj

Anônimo disse...

Adorei o conteúdo! Me ajudou muito a saber sobre todos os tipos de drogas. Drogas que eu nem sabia que existia! Parabéns! e obrigada!

Anônimo disse...

gostei MUITOOOOOOO me ajudou bastante
vlw e muito OBG

Beatriz Gomes disse...

MUITOOO BOM!!!me ajudou bastante no meu trabalho... OBRIGADA!!!

Anônimo disse...

q legal!!! me ajudou muito num trabalho que tinha que fazer!!!
OBRIGADO!!! :)

Anônimo disse...

MUITO OBRIGADO SALVOU MINHA NOTA

Misael Andrade disse...

kkkk Mto obrigado, só ctrl+c ctrl+v u.u

Anônimo disse...

gostei muito me ajudou muito num trabalho escolar. beijos ju

Anônimo disse...

sou sua fann juuuuuuuuuuuuuuuu te amo sou a larissa manoela a maria joaquina da novela carrossel

Anônimo disse...

muito obrigada vc me ajudou muito

Anônimo disse...

alucinogenos são licitos ou ilicitos ????

Anônimo disse...

Perfeito, ajudou muito no meu trabalho, valeu a pena dar uma olhada nesse site, vou visitar sempre =)

Anônimo disse...

Muito bom,realmetne obrigada , me ajudou muito na minha pesquisa .Att:Lê.Curitiba-PR

Anônimo disse...

muito bom

ladylucy disse...

ladylucy
parbéns foi esclarecedor,vou aproveitar muito no meu TCC

Anônimo disse...

quero maconha Haha


:)

openld disse...

E SINCERAMENTE drogas também além dos anabolizantes matam muitos jovens purai.

gabriela disse...

jovens não se iludam tao facilmente com drogas pois ela vai matando vc aos poucos.

gabriela disse...

eu estava pesquisando muito obg pela a ajuda ai vallew obg msm

Anônimo disse...

Me ajudou bastantee,valeuu mesmo!