domingo, 27 de setembro de 2009

Fome

Fome e pobreza

Vídeo:

http://www.youtube.com/watch?v=fwhMfYwaWf8

video

http://www.youtube.com/watch?v=3ChmdARHdaA

video

Fome

Conceito:

A fome não é um fenomeno recente.

Pobreza, subnutrição e fome, crônica ou aguda, são condições preexistentes, e as recentes elevações de preços dos alimentos apenas agravaram essa situação.

"todo homem, mulher e criança , tem o direito inalienável de ser livre da fome e da desnutrição...""acesso sempre, por parte de todos, a alimento suficiente para uma vida sadia e ativa."

Visando assegurar esse direito foi criado o conceito de segurança alimentar.

A meta da ONU de ter alimentos para todos e de forma continua ainda não foi alcançada, apesar do crescimento da tecnologia aplicada à produção de alimentos, comprometendo a saúde de grandes contigentes de população.

O mundo não tem espaço suficiente para alimentas tanta gente: ainda há no planeta espaço e recursos suficientes para alimentar a humanidade inteira.

Há gente demais para alimentar: a fome não resulta da insuficiência de alimentos provocada pelo excesso de pessoas e não pode ser vista como um fenomeno global.

A fome se distribui pelo mundo de forma bastante irregular, tanto sob o ponto de vista absoluto quando relativo.

O que é fome?

A fome é definida como a má nutrição e também à falta de comida para populações atingidas por guerras ou catástrofes naturais.

Portanto, sob ponto de vista coletivo, a fome é a escassez de alimentos para um grande número de pessoas, concentradas em um determinado espaço geográfico. Observada sob o ponto de vista de um individuo, a fome ocorre quando a pessoa fica, durante um período prolongado, carente de alimentos, essenciais para lhe fornecer calorias (energia) e/ou nutriente.

O continente mais atingido pela fome é a África, sendo essa a maior causa direta e indireta da sua elevada mortalidade infantil.

Fome no mundo,segundo a ONU (Organização das Nações Unidas)

  • Havia no mundo, em 2007, cerca de 850 milhões de pessoas subnutridas; destas mais de 820 milhões em países subdesenvolvidos.
  • Cerca de 15 milhões de pessoas morrem por ano devido à fome; a maior parte delas são crianças.
  • Há mais de 150 milhões de crianças com menos de 5 anos desnutridas no mundo.

Os especialistas em nutrição apresentam dois tipos de fome:

  • Fome aguda - caracteriza-se pelo consumo de baixa quantidade de calorias, ou seja, a quantidade de alimentos ingeridos diariamente é insuficiente para repor as calorias gastas pelo organismo humano.
  • Fome crônica - é determinada pela deficiência de elementos nutritivos, tais como proteínas, vitaminas e sais mineirais, essenciais para restaurar células e tecidos dos órgãos humanos e manter seus processos e funções. A falta prolongada dessas substâncias provoca distúrbios e lesões, muitas vezes irreversíveis.

Causas da Fome

Causas naturais:

Clima;
Seca;
Inundações;
Terremotos;
As pragas de insetos e as enfermidades das plantas.

Causas humanas:


Instabilidade política;
Ineficácia e má administração dos recursos naturais;
A guerra;
Os conflitos civis;
O difícil acesso aos meios de produção pelos trabalhadores rurais, pelos sem-terras ou pela população em geral;
As invasões;
Deficiente planificação agrícola;
A injusta e antidemocrática estrutura fundiária, marcada pela concentração da propriedade das terras nas mãos de poucos;
O contraste na concentração da renda e da terra num mundo subdesenvolvido;
A destruição deliberada das colheitas;
A influência das transnacionais de alimentos na produção agrícola e nos hábitos alimentares das populações de Terceiro Mundo;
A utilização da "diplomacia dos alimentos" como arma nas relações entre os países;
A relação entre a dívida externa do Terceiro Mundo e a deteriorização cada vez mais elevada do seu nível alimentar;
A relação entre cultura e alimentação.

Consequencias da Fome:

Dentre as consequencias mais comuns da fome, em especial nos países subdesenvolvidos, estão: a desnutrição calórico-protéica, doenças causadas pela deficiência de vitamina A, disturbios causados pela carência de vitaminas do grupo B, raquitismo gerado pela deficiência de vitamina D, anemia provocada pela deficiência de ferro e bócio. A fome provoca perda de peso e problemas no desenvolvimento nas crianças, além de contribuir para a elevação da taxa de mortalidade, em especial a infantil.

A produção mundial de alimentos:

Na atualidade há mais de 350 mil espécies vegetais conhecidas. Dessas imensa variedade, pouco mais de 300 são cultivadas em escala comercial e destas apenas sete são responsáveis por mais da metade dos alimentos consumidos no mundo.

O cultivo dessas plantas foi impulsionado pelo crescimento da população, especialmente após 1850, o que aumentou muito a necessidade de alimentos e matérias-primas agrícolas.

Nenhum comentário: