segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Reino Plantae

Características gerais

Eucariontes
Pluricelulares
Apresentam tecidos organizados
Apresentam cloroplastos
Realizam fotossíntese
São autótrofos

Estruturas de absorção de água
Estruturas de condução da água
Estruturas que impermeabilizem o corpo
Estruturas que facilitem as trocas gasosas
Estruturas que sustentem o corpo
Independência da água para fecundação

Classificação dos seres

*Originam-se das algas verdes (clorofíceas) – clorofila a e b
*4 grupos principais:
-Briofitas
-Pteridofitas
-Gminospermas
-Angiospermas

Os critérios usados exclusivamente no estudo das plantas são os seguintes:
·vasos condutores – a presença de vasos condutores de água, sais minerais e moléculas orgânicas com origem na fotossíntese é um importante critério de classificação vegetal pois está relacionado com o grau de adaptação ao meio terrestre;
·semente – a presença de semente, um órgão reprodutor particularmente bem adaptado á dispersão em meio terrestre, também revela um elevado grau de evolução;
·flor – intimamente relacionado com os aspectos anteriores, também é característica de plantas terrestres bem adaptadas.

As plantas são dividas em dois grandes grupos:
criptógamas (cripto-escondido; gamae-gametas): para denominar plantas com estrutura reprodutora pouco visível. Exemplos: musgos e samambaias;
fanerógramas (fanero-visível): plantas com estruturas reprodutoras bem visíveis. Exemplos: pinheiros, mangueiras, rosas e coqueiros. As criptógamas são divididas em dois grandes grupos:
briófitas: criptógamas que não possuem vasos especializados para o transporte de seiva; são plantas de pequeno porte.
pteridófitas: criptógamas que possuem vasos que conduz a seiva. As fanerógamas são dividas em gimnospermas (possuem sementes, mas não formam frutos); angiospermas (possuem sementes abrigadas no interior de frutos).

BRIÓFITAS:
Musgos
Hepáticas
Antoceros
**Ambientes úmidos


PTERIDOFITAS:
Samambaias
Avencas
Xaxim


GIMNOSPERMAS:
Pinheiros
Ciprestes
Sequóia


ANGIOSPERMAS:
Laranjeira
Limoeiros
Mamoeiros, etc...

Curiosidades

Plantas também têm câncer
Um crescimento celular desregulado caracteriza um tumor. E se vc pensava que as plantas não têm tumores, cometeu um engano. Os tumores das plantas são chamados de galhas ou cecídeas e são causados por bactérias, fungos, ácaros, vermes ou insetos, que são chamados galhadores ou cecidógenos. Esses parasitas conseguem penetrar na planta, e liberam compostos que estimulam as células tronco totipotentes. As células tronco dos meristemas (região de crescimento das plantas) começam a proliferar e formam “verrugas” nas folhas e troncos das plantas. Os parasitas utilizam as galhas como abrigo e fonte de nutrição, mas isso enfraquece a planta deixando vulnerável pro ataque de outras pragas.



______________________________________________
A gigante de 75 quilos da família das aráceas altura de quase três metros.
A flor gigante revelou o seu interior cor vermelho-sangue e começou desprender um forte aroma descrito como uma mistura de carcaça apodrecida e fezes. O cheiro podre, que deu à planta o apelido de "flor de defunto", é essencial para a sua sobrevivência porque indica às abelhas polinizadoras que a planta está no período de florescimento. Uma vez que as abelhas pousam sobre a flor, ela se fecha e mantém os insetos presos até ficar repleta de pólen.


___________________________________
A espécie que possui as maiores árvores do mundo em altura são as sequóias gigantes. Algumas podem chegar a mais de 100 metros de altura.

Uma das maiores sequóias chama-se Hiperião, em homenagem a um dos titãs da mitologia grega, tem cerca de 115,5 metros de altura.

Onde ela se localiza exatamente é mantido em segredo, de outra forma o fluxo de turistas ao redor da árvore comprimiria o solo e a colocaria em risco.

Hiperião ainda está crescendo, numa encosta no Parque Nacional das Sequóias, Estados Unidos, onde ficam as árvores mais altas do mundo.


___________________________________________



Cursos Online 24 Horas



Cursos On-line com Certificado

-

Cursos 24 Horas



5 comentários:

Leonardo Couto disse...

Tipo...
Não seria mais adequado dizer que a espécie que possui as maiores árvores do mundo em altura são as sequóias gigantes, ao invés de dizer que ela é a mais alta?! Até por que em diâmetro as diversas espéceis de ficus, como o retusa e o religiosa possuem tronco extremamente volumoso devido as raízes aereas por ele emitidas e que ao longo dos anos vão se fundindo em um único tronco formando grande massa.

Outra observação é sobre a menor árvore do mundo...
Bonsai não é árvore. Bonsai é um elemento cultural que traz junto à filosofia oriental a técnica de miniaturizar diversas espécies de árvores. E dentro da própria filosofia, caso seguíssemos sua linha de raciocínio de que bonsai é árvore, ainda sim, a menor seria o iki itsu (não me recordo a grafia) que são bonsai de no máximo 2,5 cm.

Fica a dica!!!

Leonardo Couto disse...

Ahh, esqueci...
Existe bonsai de sequóia...
O que seria um pequeno gigante!! rsrs

Juh disse...

Obrigada pela dica
já arrumei a postagem

Sobre a menor arvore retirei o que estava sobre o bonsai, pois depois do que você falou eu pesquisei e vi que realmente o bonsai é uma miniatura de varias especies de arvores. Então ele não chega a ser exatamente uma arvore.

Leonardo Couto disse...

Ah, por nada, nós blogueiros estamos aqui para ajudarmos uns aos outros!!!
Que bom que você pesquisou, e aposto que se fascinou pelo mundo bonsai... rsrs

Tenho um blog também, este é sobre bonsai...
é o www.leonardocoutoartebonsai.blogspot.com

Até +

Juh disse...

Essa técnica de transformar diferentes espécies de árvore em miniatura, é mto legal, o bonsai é mto bonito.

Vou dar uma olhada no seu blog

até +